Clínica Médica Premium #1

No ano de 2005 publicamos um artigo no nosso blog alertando para a nova tendência das clínicas médicas de alto padrão que surgiam no Brasil. Naquela época, o boom do momento eram as clínicas médicas populares e poucas pessoas entenderam a nossa visão mercadológica e a validade deste tipo de negócio.

No ano de 2010 vimos surgir os primeiros modelos de Clínics Cares no Brasil. Na verdade, algumas dessas empresas já estavam há anos neste segmento de mercado, mas atuavam exclusivamente no segmento de clínicas de estéticas. Clínicas médicas de serviços de alto padrão eram poucas.

Talvez, no Brasil da época que falamos, não existisse nem 30 unidades deste tipo de negócio, isso no país inteiro. Destas, provavelmente mais de 80% estavam nas regiões Sul e Sudeste.

Uma coisa era certa: clínica de alto padrão eram coisas raras em todo o Brasil.

No ano de 2012 começamos a assessorar empresas e pessoas que viram neste seleto mercado uma grande oportunidade de negócio. Em 2016, já somávamos 26 empreendimentos implantados na categoria de clínica médica premium – um novo nome para a clínica médica de alto padrão.

Atualmente, mais de duas centenas de clínicas médicas brasileiras estão classificadas na categoria Premium. Quando avaliamos os consultórios médicos nessa categoria o número chega a pouco mais de mil, em todo o Brasil.

Uma coisa é certa, as clínicas médicas premiuns não são apenas uma tendência de mercado, mas sim, são uma consolidação de um modelo de negócio voltado exclusivamente para as classes A e B. Em alguns casos, exclusivamente para a classe A.

As clínicas médicas premiuns são focadas em apenas 5% da população brasileira (1% Classe A e 4% Classe B). Seus clientes têm renda superior a 10 salários mínimos (classe B). Contudo a Classe A (renda familiar acima de 20 salários mínimos) corresponde a 75% da clientela das Clinics Cares e 25% advém da classe B.

A clientela em potencial das clínicas médicas premiuns corresponde a apenas 10.250.000 brasileiros. Sendo que destes apenas 2.500.000 são da classe A.

O mercado de clínicas médicas premiuns é altamente seletivo, principalmente pelos preços dos serviços médicos. Contudo, mesmo sua clientela em quase 100% dos casos terem acessos aos serviços médicos dos planos de saúde e convênios médicos, essa clientela está disposta a pagar por serviços altamente diferenciados e obviamente, bem mais caros.

Dos nossos clientes, o preço médio da consulta médica generalista é de R$ 700,00. Sendo que em alguns casos, como por exemplos:  neurologia, cardiologia (arritmia cardíaca), oftalmologia e cancerologia, o preço da consulta médica está em média em R$ 1.200,00. Temos até um caso de um serviço de assistência a reprodução humana onde a consulta médica custa R$ 2.500,00. Em outro caso, um médico dermatologista especializado em combate a calvície cobra R$ 1.600,00 pela consulta. Neste último caso, o tratamento dermatológico em si, custa em torno de R$ 50.000,00.

Ver-se então que este segmento de mercado tem crescido mesmo em época de crise financeiras brasileiras e a sua tendência é expandir cada vez mais, por uma simples razão: há clientela no Brasil. Antes essa mesma cliente procurava estes serviços no exterior.

O que caracteriza este tipo de empresa é o seu alto padrão em todos os aspectos. Desde a localização do imóvel, a construção e a decoração dos ambientes e principalmente da sua requintada e altamente especializada mão de obra.

Só para ter ideia dos portes dos investimentos em clínicas médicas premiuns, o preço médio do metro quadrado construído está R$ 18.000,00. 6 vezes mais que o preço médio deste mesmo item em clínicas médicas convencionais. Quando o assunto é equipamentos médicos os investimentos são em média 15 vezes superiores a mesma ordem.

Quem atualmente opera neste segmento de mercado não tem o que reclamar. Em média este mercado vem crescendo 12% ao ano e segundo especialistas o potencial brasileiro ainda não foi explorado 5% do porte total da clientela. Ou seja: este é um mercado quase que inexplorado no Brasil. Todavia, este mercado é apenas para investidores arrojados e corajosos.

Por ser um investimento de alto risco e vultuoso, este tipo de empreendimento precisa de rigoroso planejamento e detalhados estudos mercadológicos.

Para seu sucesso requer-se também mão de obra altamente qualificada e aportes tecnológicos de ponta.

Por estes motivos o mercado de clínicas médicas premiuns é realmente para poucos. Poucos investidores e poucos clientes. Contudo, ele é altamente lucrativo e próspero.

Basta somente ver o porte dos investimentos deste tipo de empresa em algumas cidades brasileiras para saber que trata-se de um negócio de futuro certo e lucrativo. Porém, altamente seleto.

Nos próximos artigos descreveremos os passos para implantar com sucesso uma clínica médica premium.

Como escolher um bom nome para sua clínica médica – #2.

No mercado de serviços médicos, o nome da empresa é parte fundamental do sucesso do negócio. Isso se caracteriza com certo, uma vez que a clientela de serviços médicos adora nomes corretados e de fácil memorização.

Entende-se como nomes correlatados àqueles que reportam diretamente as pessoas ao negócio da empresa. Ou seja: ao lê-los ou pronunciarem as pessoas tem “a ideia” do que tratam os termos. Por exemplo: os termos “clínica do coração” é bem mais fácil de ser identificada seus propósitos do que os termos “clínica Coronária”. Do mesmo porte de importância são os termos “Clinica Cardio” em relação aos ternos “Clinic Heart”, em nosso país.

Por sinal, o estrangeirismo é muito utilizado em nomes de serviços médicos no Brasil. Essa opção atrapalha mais do que ajuda, se o público alvo da empresa em voga não for das classes B e A.

O mais correto, barato e prático é a empresa buscar um nome que crie “uma imagem mental” nas cabeças das pessoas que se defrontam com os termos que nomeiam a empresa médica.

Na hora de escolher um nome para a empresa médica deve-se atentar para quatro detalhes muito importantes que são:

  • O mercado que a empresa atua – neste caso: saúde.
  • O segmento deste mercado – neste caso: clínicas médicas.
  • O profissional que atua neste mercado – neste caso: médicos
  • O serviço que a empresa oferece. Neste caso: consultas médicas.

Em síntese, a empresa deve buscar associar estes ternos na hora de criar o nome da empresa.

Recentemente vi uma empresa médica com o seguinte nome comercial: Centro Médico TXO. Neste caso, a priori, a empresa tem até um bom nome correlatado, pois utiliza os termos “centro médico”. Todavia, o que vem a ser o tal “TXO”? Será acrônimos dos nomes dos sócios? Ou a abreviatura do nome do bairro da sua localização?

Por certo, os nomes Centro Médico Vida, ou Centro Médico Dr. Teixeira Xavier, seriam bem mais atrativos do que Centro Médico TXO.

Em outro caso, um cliente nosso disse que gostaria de usar algumas abreviações com por exemplos: clinic no lugar de clínica, med ou doctor no lugar de médico etc. A minha opinião foi a seguinte: começa o nome da sua empresa com o terno “clínica”. Dessa forma você já faz a correlação direta ao segmento do seu mercado.

Mas essa clínica deve dizer se é clínica médica, odontológica, terapêutica, veterinária etc.

 Note que, apenas o termo “clínica” não diz se tratar de clínica médica.

Se você utilizar a abreviação “med” logo após o termo clínica, já ajuda bastante na concepção do seu nome.

Se você puder utilizar o termo “saúde” neste composto, terá um excelente nome da sua empresa.

Por exemplo o nome “clínica Med Saúde” é um excelente nome. (Este nome por sinal foi registrado pela nossa empresa e está á venda no nosso site). Veja que com a junção dos três termos conseguimos criar um nome que diz ao cliente que se trata de uma clínica médica e ainda utiliza um forte apelo mercadológico que é o termo “saúde”.

Outras associações poderão ser feitas utilizando a base do nome “clínica med”, como por exemplos: clínica med vida, clínica med soma, clínica med mulher, clínica med Nova Vida etc.

Veja que existem centenas de possibilidades de associações para criar um bom noma da sua clínica médica utilizando apenas estes exemplos.

Os amantes dos estrangeirismos poderão até usar os sufixos “clinic, med e doctor”. Mas isso eu não recomendo, a não ser que a empresa seja focada em uma parcela da população que tenha outros níveis sociais e intelectuais.

Uma coisa é certa: com um pouco de paciência e uma boa dose de criatividade você cria um bom nome para sua futura clínica médica. Ou se preferir ter um nome já criado, muitas vezes é bem mais fácil adquiri um nome de site e utilizá-lo como nome comercial da sua empresa.

www.clinicamedsaude.com.br e www.clinicamedsaude.com

Franquia de Clínicas Médicas Populares – Estudo de Viabilidade Econômica e Financeira. (Vídeo e Ebook)

 

Você quer adquirir uma franquia de clínica médica popular, mas não sabe como iniciar o seu processo de busca?

Você não sabe quanto custa investir neste negócio nem os possíveis riscos deste investimento?

Você não conhece detalhadamente os aspectos econômicos e financeiros deste tipo de negócio e por isso tem diversas dúvidas e medos?

Então você precisa assistir agora este vídeo.

Este vídeo foi elaborado para quem quer conhecer o sistema financeiro e econômico de uma unidade de franquia de clínicas médicas populares e ainda não tem os conhecimentos técnicos deste tipo de negócios.

Este vídeo descreve todos os detalhes financeiros deste tipo de franquia, como valor de investimento inicial, necessidades de receita mensal, tamanho do imóvel, custo mínimo do aluguel, taxas de retorno do capital investido etc.

Assistindo este vídeo você poderá saber exatamente quais sãos os custos, despesas, receitas e resultados esperados para o perfeito funcionamento da sua franquia de clínica médica popular.

Neste vídeo você terá conhecimento do passo a passo que utilizamos para desenvolver um estudo de viabilidade financeira e econômica de uma unidade básica de franquia de clínicas médicas populares. 

Dessa forma, este estudo descreve todos os aspectos técnicos das finanças dos processos de abertura e operacionalização de uma clínica médica popular formatada através de sistema de franquias.

Se você pretende estudar detalhadamente as propostas de empresas de franquias de clínicas médicas populares, este vídeo vai ajudar na sua tomada de decisão, uma vez que ele lhe proporcionará uma análise financeira isenta e totalmente profissional deste tipo de negócio. Ou seja: você terá em mãos dados e informações coletados e estudados por uma empresa que não tem nenhum vínculo com as empresas que ofertam este tipo de franquias.

No total, 28 perguntas técnicas são respondidas neste vídeo.

Como o conhecimento das respostas dessas perguntas você terá fortes argumentos para avaliar e decidir melhor quanto as propostas das franquias de clínicas médicas populares.

Assista ao vídeo estudo de viabilidade econômica e financeira de escolha de franquia de clínicas médicas populares e obtenha respostas para as seguintes perguntas:

1 – Qual é o porte mais adequado (quantidade de consultórios) para uma unidade de franquia de clínicas médicas populares?

2 – Qual é a capacidade mínima de atendimento da empresa que desejo implantar uma franquia?

3 – Qual é o tamanho adequado do imóvel?

4 – Qual é o valor do investimento inicial para o modelo de franquia de clínicas médicas populares.

5 – Qual é o custo médio da reforma do imóvel necessário para o funcionamento da empresa?

6 – Qual será o valor dos custos com equipamentos médicos?

7 – Qual é a estimativa do valor do capital de giro necessário?

8 – Qual é o valor médio das taxas de franquias?

9 – Qual é o valor da taxa de royalties das franquias?

10 – Qual é o valor médio da taxa de publicidade da franquia?

11 – Qual é previsão média de faturamento mensal para poder viabilizar o negócio?

12 – Qual é a quantidade mínima necessária de atendimentos diários da empresa?

13 – Quais são os tipos, alíquotas e valores dos impostos incidentes sobre os serviços médicos?

14 – Como são remunerados os médicos prestadores de serviços?

15 – Quais são as fontes e os percentuais das receitas da franquia?

16 – Quais são os percentuais de rateios sobre as receitas da clínica franqueada?

17 – Quais são as estimativas dos custos operacionais da clínica franqueada?

19 – Qual é o valor do custo total (salários e encargos trabalhistas) com mão de obra da clínica franqueada?

20 – Qual é o valor médio do aluguel do imóvel para poder viabilizar o negócio.

21 – Quais são os valores mensais das despesas e dos custos da clínica franqueada?

22 – Qual é a estimativa de resultado financeiro mensal (lucro ou prejuízo)?

23 – Qual é o valor da taxa de lucratividade esperada para o negócio?

24 – Qual é o prazo de retorno do investimento financeiro (em meses)?

25 – Quais são os valores médios das consultas médicas para poder viabilizar o negócio e suas quantidades mínimas por dias e meses?

26 – Qual é a estimativa de receita financeira média por cliente?

27 – Quais são os faturamentos estimados para os cenários pessimista, realista e otimista do negócio?

28 – Quais são os fatores financeiros determinantes para se escolher uma franquia de clínicas médicas populares?

Temos a certeza que com os conhecimentos das respostas dessas perguntas você estará muito bem capacitado para poder negociar uma proposta de franquia de clínicas médicas populares e implantar um negócio de sucesso.

Desejamos sucesso. Equipe Intercriar.

Grátis Mine curso: Clínicas Médicas Populares – Como escolher uma franquia.

Esta série de vídeos foi estruturada com o objetivo de lhe oferecer as informações elementares para você poder avaliar a sua decisão quanto a implantação da sua própria clínica médica popular ou a opção de aquisição de franquia.

Os vídeos dessa série são objetivos, práticos e eficientes para poder oferecer exatamente as informações básicas para quem ainda está em dúvida quanto as opções de introdução ao mercado de clínicas médicas populares.

Compõem essa série os seguintes vídeos:

#1 – Apresentação,

#2 – Como escolher uma franquia de clínicas médicas populares.

#3 – Quais são os passos básicos para saber escolher uma franquia.

#4 – Conheça o mercado de franquias de clínicas médicas populares.

#5 – Conheça a COF (Circular de Oferta de Franquia) e proteja seus investimentos.

Acreditamos que com esse mine curso você poderá balizar seus conhecimentos quanto ao tema e com isso fazer a sua melhor escolha entre clínica médica popular versão própria ou opção franquia.

Desejamos bons conhecimentos e sucesso. Equipe Intercriar.

Clínicas Médicas Populares – Como escolher uma franquia – Aula #1

O mercado de clínicas médicas populares está em forte ebulição. Todos os dias novas reportagens, artigos e publicações surgem descrevendo a pujança deste mercado que cresse mesmo perante a crise econômica que atualmente o Brasil atravessa.

Entre os modelos de clínicas médicas populares um que tem apresentado grande crescimento tem sido a modalidade de franquia.

Neste mercado existem boas empresas com experiências de atuações comprovadas e responsabilidade empresarial ilibada e outras que, ainda neófitas, se aventuram usando uma brecha da lei comercial brasileira que não obriga experiência comprovada para transformar qualquer CNPJ em modelo de franquia. Por conta disso algumas marcas “vendem” modelos de unidades de franquias, que na verdade ainda são experiências de negócios e não negócios formatados como verdadeiras e testadas franquias.

Existem ótimas empresas de franquias no modelo de clínicas médicas populares no Brasil. Estas com experiências comprovadas em campo de atuação de serviços médicos. Por outro lado, assim como em todos os tipos de mercados, tem as “outras empresas” que se intitulam franquias de clínicas médicas populares, que na verdade apenas vendem números e projeções de receitas e lucratividades como formas de atrair novos parceiros.

Uma coisa é certa na hora de escolher uma franquia de clínicas médicas populares, não procure primeiramente a franquia da marca. Mas sim os franqueados. Converse com eles e saiba quais são os suportes oferecidos pela franquia, as formas e meios para vencer as dificuldades iniciais do negócio, os desafios da administração, as ajudas oferecidas e principalmente o apoio operacional oferecido pelo franqueador.

Como muitos de nós sabemos, quem vende seu peixe embala-o no melhor pacote e rega-o com todas as nobres qualidades que o produto diz ter. Por conta disso, o tal peixe nunca tem ou terá nenhum problema – isso, sobre os argumentos do vendedor bom de lábia. Coisa, por sinal, muito comum por aí.

Para não incorrer nestes erros que podem muito bem levá-lo a algum tipo de prejuízo financeiro ou dissabor, prefira conversar com diversos franqueados (no mínimo 3) da marca que pretende conhecer. Fique mais atento ao apoio operacional oferecido pelo franqueado do que por projeções de faturamento ou taxas de lucratividades. Isso se justifica como importante porque entre os dados descritos nos papeis de apresentações de negócios e as realidades das empresas médicas existe um forço profundo e cruel para os inexperientes.

Por este motivo, primeiramente procure se informar sobre as empresas que estão atuando como franquias de clínicas médicas populares e visite os franqueados bem antes de ir conhecer a sede da franquia.

Não se empolgue com números e projeções financeiras dos negócios.

Procure obter o máximo de informações sobre este modelo de negócio.

Se a empresa não tem pelo menos três anos de atuação no mercado como franquia, tenha bastante cautela na sua tomada de decisão e por último procure as melhores empresas que tem experiências no mercado e só assine qualquer tipo de contrato de franquia depois de lê-lo completamente por no mínimo 4 vezes.

Após fazer isso, dê-lhe o direito de passar pelo menos 30 dias sem tomar nenhuma decisão quanto ao fechamento do negócio. Neste período deixe que a vontade de ser um fraqueado, (que estar quente) fique morna e depois esfrie naturalmente. E somente nessa “temperatura” do negócio, tome sua decisão.

Afinal, como bem sabemos, ser empresário não é uma tarefa para qualquer um. E ser um empresário de franquia de terceiros é um desafio ainda maior.

Afinal, você estará em um negócio que não é seu. Franqueado é apenas um parceiro de negócio. Nem sócio é da franquia.

Portanto, procure ser parceiro dos melhores modelos de franquias de clínicas médicas populares. Estes, por certo, crescerão junto com você. Os outros, como sempre ocorre, ficarão pelo caminho, numa trilha cheia de inimigos, prejuízos e decepções. Você não merece isso. Evite esses dissabores.

Um coisa é certa: o sucesso estará na sua melhore decisão.

Dicas importante: Saiba como escolher uma franquia certa, nestes links: 1, 2 e 3.

Assista a aula 2 AQUI!

Vídeo: O que você precisa saber antes de investir em clínica médica popular.

Provavelmente você já sabe que o mercado de clínicas médicas populares movimenta bilhões de reais e que este modelo de negócio é um dos mais lucrativos do mercado brasileiro.

Se você quer entrar neste mercado, mas ainda não tomou a decisão final, recomendo que você assista ao vídeo: O que você precisa saber antes de investir em clínica médica popular.

Veja o que você vai aprender neste vídeo:

1 – O que você precisa saber antes de implantar sua clínica médica popular.

2 – Quais são os recursos, as ferramentas e instrumentos necessários?

3 – Qual é a sequência correta para o planejamento da clínica popular.

4 – Como iniciar o processo de planejamento.

5 – Quais são as fases do processo de projeto da sua clínica médica popular.

6 – Como avaliar as opções de franquias de clínicas médicas populares.

7 – Como escolher os sócios da sua empresa.

7 – Como escolher os sócios da sua empresa.

8 – Quanto você vai precisar iniciar seu negócio.

9 – Como obter financiamento bancário para seu projeto.

10 – Como escolher o imóvel.

Assistindo este vídeo você saberá exatamente o que deve fazer para se decidir e saber se vai ser um franqueado ou um empreendedor de clínicas médicas populares.

Duração do vídeo: 52 minutos. Saiba mais AQUI!

Clínicas médicas populares – Qual a maneira mais correta de entrar neste mercado?

Grande parte dos prospects de clínicas médicas populares querem saber como as atuais empresas funcionam, como elas foram planejadas, porque escolheram determinados nomes, locais ou cidades, quais são seus fornecedores de equipamentos, softwares utilizados, quem fez as pesquisas de mercados, onde e como encontraram os médicos e prestadores de serviços, quais são as documentações necessárias para operacionalizar o negócio etc. Por certo, muitos destes prospects não encontraram facilmente estas respostas.

Isso ocorre porque neste ramo de negócio a informação é matéria-prima mais valiosa e quem a detém, não a disponibiliza facilmente e muito menos gratuitamente.

Alguns projetos de clínicas médicas populares custaram dezenas de milhares de reais. Encontrar um software que atenda as especificidades da empresa não é tão simples e comum. Contratar consultores especializados não é tarefa barata e descrever a operacionalidade do negócio através de manuais operacionais custa caro, – muito caro. Daí, é certo, ninguém vai oferecer essas informações gratuitamente.

Algumas pessoas interessadas em investimentos em clínicas médicas populares nos solicitam os contatos dos nossos clientes para que elas possam saber como eles planejaram e implantaram suas empresas ou então sobre nossas referências profissionais. Em 100% dos casos não oferecemos esses contatos por questões contratuais e éticas.

Isso se justifica, pois quem investiu tempo e muito dinheiro não vai querer oferecer “de bom grado” as informações que lhes custaram milhares de reais.

Por outro lado, o próprio aspecto mercadológico faz com que os atuais atuantes deste mercado não queiram compartilhar suas experiências com curiosos, que amanhã podem ser seus concorrentes ao lado dos seus negócios ou até no cenário nacional.
Um dos principais acordos dos nossos clientes do serviço de consultoria é o sigilo das informações. Afinal, um mercado que movimenta 25 bilhões de reais por ano não pode ser “aberto” para todos, como muitos imaginam.

Por conta disso você não vai encontrar empresas de equipamentos, acessórios, softwares e consultoria anunciando que são fornecedores das grandes empresas do mercado de clínicas médicas populares. Seus clientes proíbem isso.

Os atuais e lucrativos modelos de neste mercado gastaram milhares de reais na formatação e implantação dos seus negócios e por estes motivos eles não disponibilizam nenhum tipo de informação que possa “ajudar” outros interessados em atuarem neste mercado.

Infelizmente, para entrar neste mercado você vai precisar começar do zero. Ou seja: investir em conhecimento especializado. Pois foi assim que fizeram as grandes empresas que hoje são referências de sucesso no mercado de clínicas médicas populares.

Esta é a maneira mais correta de entrar neste mercado. Não há outra.

Estudo: Especialidades médicas mais oferecidas em clínicas médicas populares e as mais lucrativas.

Basicamente, das 54 especialidades médicas reconhecidas pelo CFM (Conselho Federal de Medicina) as clínicas médicas populares brasileiras oferecem, em média, apenas 29. Chegamos a este número pesquisando as 25 maiores redes de clínicas médicas populares, em todas as regiões brasileiras.

O objetivo da nossa pesquisa foi identificar as especialidades atualmente oferecida e agrupa-las, conforme suas taxas de procuras e lucratividades.

Vale também citar que nossa pesquisa demonstrou que nos últimos três anos, o perfil da clientela das clínicas médicas populares mudou, de forma considerada e consistente.

Anteriormente, quando o maior grupo de usuários das clínicas médicas populares era os usuários das classes C, D e E, as especialidades médicas mais procuradas eram as mesmas oferecidas pelos serviços públicos de saúde (sendo: clínico geral, cardiologista, ginecologista, pediatra e ortopedista).

Atualmente, com a entrada massiva dos ex clientes dos planos de saúde e convênios médicos como usuários das clínicas médicas populares, a procura de especialidades médicas mudou seu perfil e algumas que eram mais procuradas, atualmente não são. Já outras que não faziam parte do grupo de procura principal das clínicas médicas populares, assumiram esses papeis principais.

Exemplos claros disso são as especialidades médicas de pediatria e acupuntura que mudaram de posição, no rol de procuras em clínicas médicas populares.

Além de identificar o rol de especialidades médicas oferecidas em clínicas médicas populares, verificamos também que estas especialidades estão agrupadas em 3 grupos distintos, quando o assunto é procura, faturamento e lucratividade.

Basicamente, das 29 especialidades médicas oferecidas em clínicas médicas populares 10 correspondem a 60% do faturamento, o segundo grupo de outras 10 corresponde a 30% e por último, 9 especialidades correspondem a apenas 10% do faturamento.

Saiba mais no vídeos abaixo:

Guia de implantação de Clínicas médicas populares – Recomendações de investimentos

O segmento de clínicas médicas populares tem crescido em ritmos acelerado em todo o Brasil. Isso ocorre devido a precariedade do sistema público de saúde brasileiro que não consegue atender sua clientela potencial, o que acaba, em parte, procurando os serviços médicos chamados populares. No mercado de saúde se entendem como preços populares àqueles inferiores aos comumente conhecidos como preços particulares.

Normalmente as clínicas médicas populares cobram em média 60% dos preços particulares para consultas médicas e em alguns casos cobram apenas 40% dos preços para exames e procedimentos médicos, em relação aos preços particulares.

Os preços menores, em relação aos dos serviços particulares, obviamente, atraem grande clientela, muita procura de serviços médicos e consequentemente acaba favorecendo a rentabilidade e liquidez do negócio. Por conta disso se ver um vertiginoso investimento em clínicas médicas populares em todo Brasil.

Intercriar Consultoria é especializada nesse segmento de mercado e realiza constantemente pesquisas e estudos sobre esse tema. Tendo, portanto, diversas informações sobre a implantação, manutenção e viabilidade deste tipo de negócio. Dessa forma, visando auxiliar empreendedores médicos vamos listar os 05 passos fundamentais para se criar uma clínica médica popular de sucesso.

Antes de implantar esse tipo de negócio, recomendamos que o empreendedor siga os seguintes passos:

01 – Pesquisa de mercado – Essa pesquisa visa identificar o mercado local de clínicas médicas e dentro deste segmento, o nicho de clínicas populares. Essa pesquisa deve quantizar o mercado local e estratificar as clínicas médicas populares, bem como a demanda oriunda do transbordo de atendimentos do SUS.

02 – Plano de negócio – O Plano de Negócio do seu empreendimento equivale a um projeto de sua empresa, no qual as questões anteriores devem ser esmiuçadas, estudadas, compreendidas e dominadas para que você seja hábil o suficiente para tomar decisões corretas como empresário do ramo de clínica médica popular.

03 – Estudos de investimentos – Nessa fase listam-se todos os itens de investimentos e se dimensiona o valor total dos custos de implantação da clínica médica popular. Fazem parte destes estudos o dimensionamento físico e operacional do negócio, sua forma de implantação (construção ou reforma de imóveis), tipos e preços de equipamentos, serviços oferecidos etc. Nessa fase se conhece quanto será investido na implantação da clínica médica popular e seu dimensionamento econômico-financeiro.

04 – Fontes de investimentos – Nessa fase buscam-se identificar as origens dos investimentos financeiros que poderão ser próprios, de terceiros ou de fontes de investidores como bancos ou financistas. Essa é a parte mais técnica da implantação de uma clínica médica popular quando envolve investimentos de agentes financeiros, haja vista que requer a elaboração de estudo de viabilidade econômico-financeira bem elaborado e tecnicamente elucidativo.

05 – Estudos de perspectivas de negócios – Nessa última fase fazem-se as avaliações mais apuradas de dimensionamentos de receitas financeiras da empresa, sua lucratividade, retorno do capital investido e expansão do negócio.

Por certo, seguindo esses passos e lendo o nosso e-book, o empreendedor saberá tomar as decisões mais acertadas no seu investimento e consequentemente terá condições de implantar uma clínica médica popular de sucesso.

Para saber mais clique 

Guia de implantação de clínicas médicas populares

O mercado de clínicas médicas populares foi um dos mais promissores em lucrativos no ano de 2016, segundo dados dos órgãos reguladores de franquias. Este setor foi o segundo que mais cresceu em nosso país, perdendo apenas para o ramo de cosméticos. Segundo o estudo publicado em fevereiro de 2017 o mercado de clínicas médicas movimentou no ano passado aproximadamente 3,8 bilhões de reais.

Segundo dados da Intercriar, empresa de consultoria que atua no ramo de implantação de clínicas médicas populares, existem atualmente aproximadamente 1.300 clínicas médicas populares no Brasil. Sendo que, em trono de 60% estão nas regiões Sudeste e Sul.

Para auxiliar investidores de pequeno porte financeiro (com investimentos em torno de 350 mil reais) a Intercriar lançou o Guia de Implantação de clínicas médicas populares que descreve todos os processos de planejamento, registros empresariais e operacionalização deste tipo de empresa.

Este guia descreve todos os itens necessários para o funcionamento de uma clínica médica popular, relacionando equipamentos médicos, acessórios, materiais, móveis, formulários e guias, bem como seus custos unitários e valor total do investimento.

Este guia, lançando na primeira quinzena de fevereiro se tornou em poucos dias sucesso absoluto de vendas, devido seu preço promocional e qualidade das informações disponibilizadas.

Se você quer investir no mercado de clínicas médicas populares de forma profissional, a leitura deste guia é essencial e fundamental para o sucesso do seu futuro negócio.

Acesse este LINK e saiba como adquiri agora o Guia de implantação de clínicas médicas populares.