Como escolher um bom nome para sua clínica médica – #2.

No mercado de serviços médicos, o nome da empresa é parte fundamental do sucesso do negócio. Isso se caracteriza com certo, uma vez que a clientela de serviços médicos adora nomes corretados e de fácil memorização.

Entende-se como nomes correlatados àqueles que reportam diretamente as pessoas ao negócio da empresa. Ou seja: ao lê-los ou pronunciarem as pessoas tem “a ideia” do que tratam os termos. Por exemplo: os termos “clínica do coração” é bem mais fácil de ser identificada seus propósitos do que os termos “clínica Coronária”. Do mesmo porte de importância são os termos “Clinica Cardio” em relação aos ternos “Clinic Heart”, em nosso país.

Por sinal, o estrangeirismo é muito utilizado em nomes de serviços médicos no Brasil. Essa opção atrapalha mais do que ajuda, se o público alvo da empresa em voga não for das classes B e A.

O mais correto, barato e prático é a empresa buscar um nome que crie “uma imagem mental” nas cabeças das pessoas que se defrontam com os termos que nomeiam a empresa médica.

Na hora de escolher um nome para a empresa médica deve-se atentar para quatro detalhes muito importantes que são:

  • O mercado que a empresa atua – neste caso: saúde.
  • O segmento deste mercado – neste caso: clínicas médicas.
  • O profissional que atua neste mercado – neste caso: médicos
  • O serviço que a empresa oferece. Neste caso: consultas médicas.

Em síntese, a empresa deve buscar associar estes ternos na hora de criar o nome da empresa.

Recentemente vi uma empresa médica com o seguinte nome comercial: Centro Médico TXO. Neste caso, a priori, a empresa tem até um bom nome correlatado, pois utiliza os termos “centro médico”. Todavia, o que vem a ser o tal “TXO”? Será acrônimos dos nomes dos sócios? Ou a abreviatura do nome do bairro da sua localização?

Por certo, os nomes Centro Médico Vida, ou Centro Médico Dr. Teixeira Xavier, seriam bem mais atrativos do que Centro Médico TXO.

Em outro caso, um cliente nosso disse que gostaria de usar algumas abreviações com por exemplos: clinic no lugar de clínica, med ou doctor no lugar de médico etc. A minha opinião foi a seguinte: começa o nome da sua empresa com o terno “clínica”. Dessa forma você já faz a correlação direta ao segmento do seu mercado.

Mas essa clínica deve dizer se é clínica médica, odontológica, terapêutica, veterinária etc.

 Note que, apenas o termo “clínica” não diz se tratar de clínica médica.

Se você utilizar a abreviação “med” logo após o termo clínica, já ajuda bastante na concepção do seu nome.

Se você puder utilizar o termo “saúde” neste composto, terá um excelente nome da sua empresa.

Por exemplo o nome “clínica Med Saúde” é um excelente nome. (Este nome por sinal foi registrado pela nossa empresa e está á venda no nosso site). Veja que com a junção dos três termos conseguimos criar um nome que diz ao cliente que se trata de uma clínica médica e ainda utiliza um forte apelo mercadológico que é o termo “saúde”.

Outras associações poderão ser feitas utilizando a base do nome “clínica med”, como por exemplos: clínica med vida, clínica med soma, clínica med mulher, clínica med Nova Vida etc.

Veja que existem centenas de possibilidades de associações para criar um bom noma da sua clínica médica utilizando apenas estes exemplos.

Os amantes dos estrangeirismos poderão até usar os sufixos “clinic, med e doctor”. Mas isso eu não recomendo, a não ser que a empresa seja focada em uma parcela da população que tenha outros níveis sociais e intelectuais.

Uma coisa é certa: com um pouco de paciência e uma boa dose de criatividade você cria um bom nome para sua futura clínica médica. Ou se preferir ter um nome já criado, muitas vezes é bem mais fácil adquiri um nome de site e utilizá-lo como nome comercial da sua empresa.

www.clinicamedsaude.com.br e www.clinicamedsaude.com

A importância do registro do domínio da clínica médica popular.

Uma verdade precisa ser clara no processo de planejamento de clínicas médicas populares, que é a importância da Internet para divulgação do negócio e atração de novos clientes.

É impensável a possibilidade de implantar uma clínica médica popular sem um site da empresa. O site é, após a definição do nome da empresa, o segundo item mais importante para o marketing do negócio.

Isso se solidifica quando sabemos que aproximadamente 75% dos clientes deste tipo de empresa obtém informações sobre este negócio na Internet.

É através do site da clínica médica popular que o usuário (e possível cliente) obtém informações quanto a empresa, sua localização, número de telefone para contato, especialidades médicas oferecidas, tipos e preços de exames e procedimentos médicos, médicos que atendem na clínica, formas de pagamentos, horários de atendimento, meios de agendamentos de consultas etc.

O site é, portanto, um sistema de informações e agendamento de serviços funcionando 24 horas, todos os dias e, principalmente fazendo a divulgação da empresa.

Para ter um site de sucesso a primeira coisa necessária é registar o nome comercial da clínica médica popular. Pois o nome do site deve reportar-se diretamente ao nome que a empresa divulga no mercado.

Vale alertar que o cliente procura na internet os serviços médicos por correlações, como por exemplos: consultas médicas populares, consultas baratas, medico popular, cardiologista no bairro tal etc.

Quando o cliente já sabe o nome da clínica médica ele faz a busca direta com o nome da empresa, como por exemplos: clínica médica popular, clínica saúde do povo, clínica médica do povo, popmed etc.

Se a empresa tem um nome comercial de fácil memorização mercadológica, por certo isso vai contribuir (e muito!), para ela se destacar na Internet.

Além dos registro dos domínios na Internet (principalmente o .com.br para o Site da empresa e  o .com para o Blog), deve-se também utilizar as redes sociais para divulgar a empresa e interagir diretamente com os clientes.

O preço do registro do domínio é muito barato. Contudo, bons nomes para registros na Internet de clínicas médicas populares já estão ocupados ou tomados para negociações.

Lembre-se sempre de uma coisa: um bom nome comercial precisa ter um registro também na Internet.

Se você registrar o nome comercial de uma clínica médica popular, mas não tem o registro do domínio da Internet, na verdade, você está fazendo propaganda para o dono do domínio e não para o seu negócio.

Se possível registre um bom nome para sua clínica médica. Se o nome desejado não estiver disponível para registro procure compra-lo, pois este é um investimento único e pode ser fundamental para o sucesso da sua empresa.

Normalmente o valor pago pela compra de um bom domínio da Internet é inferior ao que você gastaria em apenas um mês de propaganda numa emissora de TV.

Como bem se sabe, a manutenção anual de um domínio da Internet é apenas R$ 40,00. Dessa forma vale muito a pena investir em um domínio que será seu eternamente. Pense nisso. Tenha seu domínio na Internet me divulgue sua clínica para o mundo.

Estudo setorial: O futuro das clínicas médicas populares. Respondendo as dúvidas

As cinco maiores redes de clínicas médicas populares do Brasil preveem investimentos de 180 milhões de reais nos próximos dois anos.

Por que essas empresas optaram pela expansão das redes?

Por que ainda não se transformaram em franquias?  

Por que esse processo de expansão contempla apenas algumas capitais brasileiras?

As respostas para essas e várias outras perguntas você encontra no estudo setorial: O futuro das clínicas médicas populares. Saiba mais aqui!

Clínica Expressa – Saiba como funciona.

clinica médica expressaA modalidade de clínica médica expressa ou comumente chamada de Clínica Expressa é um modelo de negócio de atendimentos médicos seccionados e específicos para um grupo de especialidades médicas que podem ser oferecidas em caráter de pronto atendimento sem caracterizar atendimento emergencial.
Dessa forma as Clínica expressas atendem apenas um rol de especialidades focadas em soluções rápidas em atendimento de saúde.
O modelo de clínicas médicas expressas é muito comum nos Estados Unidos e na Europa. No Brasil, este tipo de empresa médica começa operar oferecendo atendimentos médicos para doenças como sinusite, amigadalite, conjuntitvite, infecção urtinária, rinite, otite e as sintomatologias de agentes ou doenças causadoras de gripes, resfriados, tosses, diarreia etc.
O modelo de clínica expressa brasileira precisa atender as recomendações e orientações dos órgãos classistas dos médicos e seguir as normas que regem as empresas médicas em nosso país.

Clínica médica popular – Quanto vale uma oportunidade perdida?

Na próxima segunda-feira (dia 27/04) faremos uma coisa que nos alegra bastante: vamos participar da cerimônia de inauguração de mais uma clínica médica popular. Raramente fazemos isso, mas ultimamente estamos nos esforçando nestas ocasiões para poder vermos in-loco, como foi implantado o projeto da CMP que teve a nossa assessoria.


Esse novo empreendimento será inaugurado numa cidade metropolitana da região nordeste e teve um investimento inicial em torno de 800 mil reais. A clínica popular foi formatada com 12 consultórios médicos e inicialmente irá operar com 48 profissionais de medicina distribuídos em 27 especialidades médicas e diversos exames e procedimentos médicos.

O motivo desse nosso artigo é validar a força empreendedora deste grupo de investidores, composto de 3 médicos, 1 advogado, 1 administrador e 1 profissional de marketing, que em apenas 90 dias concluíram seu projeto e agora inauguram a sua primeira clínica médica popular, que em breve será a matriz de uma rede de franquia.

Fomos procurados por este grupo de empreendedores no mês de janeiro deste ano e em dois dias de negociação eles adquiriram o nosso serviço de consultoria. Com o nosso aporte de ferramentas para implantação de CMP concluímos em apenas 15 dias o plano de negócio e o no dia seguinte foram iniciadas as fases de registros e formatação da clínica popular que agora é inaugurada.

Para este grupo de investidores visionários meus parabéns, sucesso e muita prosperidade.

Todavia, temos de relatar aqui a nossa triste opinião quanto as outras 5 pessoas que nos procuraram nos últimos 10 meses querendo implantar uma clínica médica popular nesta mesma cidade, e que infelizmente, nada fizeram. Apenas sonharam com esse tipo de negócio.

Temos certeza que essas pessoas indecisas agora sabem quanto vale uma oportunidade perdida e por certo, amargaram tristemente vendo a inauguração dessa clinica popular, que poderia ser sua.

Fazemos esse relato para poder alertá-los quanto essa situação que está se tornando corriqueira aqui na nossa empresa. Diariamente muitas pessoas nos procuram querendo implantar uma clínica médica popular em suas cidades, relatando-nos que há fortes evidências de viabilidade do negócio e, mesmos assim, essas pessoas não tomam as ações que devem ser tomadas e em pouco tempo veem outras pessoas mais ágeis implantando as CMP’s que os procrastinadores tanto sonharam.

Como de praxe e por questões de ética empresarial não citamos nomes dos nossos clientes nem das suas empresas. Contudo, faremos uma exceção e vamos publicar no nosso site, nos próximo dias, um vídeo da festa de inauguração dessa nova clínica médica popular que tem tudo para ser um sucesso nacional.

Que Deus abençoe esse novo empreendimento e seus idealizadores e que Ele também ajude aquelas pessoas que perderam as oportunidades que batem às suas portas, dando-lhes novas capacidades de ação e não apenas de meros sonhadores.
Sucesso companheiros!

Roberto C. Rodrigues

Coordenador da Intercriar

Unidades de Atendimento Clínica Popular – Como Implantar

35d2c-cl25c3258dnicam25c32589dicapopularpctCom o magistral crescimento dos modelos de clínicas médicas populares (CMP) no Brasil nos últimos 10 anos surgiu também a necessidade de implantar este tipo de empresa em cidades com populações menores (em torno de 200 a 300 mil habitantes).
Diversos estudos de mercados realizados nos principais estados brasileiros sinalizaram que o modelo convencional de clínica médica popular, com investimentos iniciais a partir de 500 mil reais, inviabiliza a implantação desses negócios em cidades menores ou distantes das Regiões Metropolitanas.
Outros agravantes neste cenário eram o porte do imóvel necessário (área mínima construída de 200 M2), custos operacionais e estrutura da mão de obra necessária para o funcionamento da empresa, que, no modelo convencional, atua com mais de uma dezena de colaboradores.
Visando expandir ainda mais a atuação do modelo de sucesso dos atendimentos médicos realizados em CMP’s, iniciamos no ano de 2012 a coordenação de implantação de Unidades de Atendimento de Clínicas Populares. Este modelo de empresa é uma versão compacta da CMP convencional e apresenta investimentos iniciais em torno de 100 mil reais e com utilização de imóveis com dimensões entre 40M2 a 100M2. Para a sua operacionalização é utilizada a mão de obra de apenas três empregados e os demais serviços médicos ou não médicos são terceirizados.

Vídeo: Como Transformar Uma Policlínica Numa Clínica Médica Popular.

Vídeo ensina como transformar uma policlínica numa clínica médica popular (CMP) de sucesso. Conheça as estratégicas utilizadas pela equipe da Intercriar para realizar a migração do modelo de policlínica para CMP.
Saiba como foi possível focar exclusivamente o atendimento da empresa na modalidade de serviços médicos populares e como foi realizado o processo de migração de atendimentos da clientela dos planos de saúde convênios médicos para a clientela de clínicas médicas populares.
O vídeo completo faz parte do pacote de serviço de consultoria on-line para implantação de clínicas médicas populares. Este produto está disponibilizado no site da Intercriar. Veja a versão gratuita deste vídeo.
[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=OoKaCz4lEyQ&w=320&h=266]